A gastrite é um processo de inflamação do revestimento do estômago.

Em algumas pessoas ela pode aparecer de repente e durar um curto período de tempo, situação que chamamos de gastrite aguda. Em outras pessoas pode durar meses ou anos, onde chamamos de gastrite crônica.

A gastrite pode ser causada por diversos motivos: uma infecção no estômago por uma bactéria chamada “Helicobacter pylori”; pelo uso de medicamentos chamados “anti-inflamatórios não esteróides” (AINEs); pelo consumo de bebidas alcoólicas; em condições nas quais o sistema imunológico, aquele responsável por combater infecções, acaba atacando o revestimento do estômago (a gastrite autoimune); e secundária a uma doença grave, com risco de morte.

Na maior parte dos pacientes, a gastrite é muito leve e não causa sintomas perceptíveis. Nos casos em que os sintomas são mais intensos, normalmente estão ligados ao surgimento de erosões e úlceras. Os sintomas mais comuns são: dor na parte superior da barriga; sensação de inchaço ou saciedade depois de comer, mesmo que seja uma pequena quantidade de comida; diminuição do apetite; náusea ou vômito. Os casos mais graves podem apresentar perda de sangue pelo estômago, levando a um cansaço maior do que o habitual, devido a anemia e, nos sangramentos mais volumosos, a pessoa pode vir a vomitar sangue ou evacuar fezes de cor preta semelhante a uma graxa, que chamamos de melena. Esses dois últimos casos são gravíssimos e apresentam risco de morte, devendo procurar atendimento de emergência imediatamente.

Os exames mais solicitados para diagnosticar a gastrite são a endoscopia digestiva alta, os testes não invasivos para pesquisa de H. pylori e os exames de sangue (pensando em identificar anemia).

E finalmente chegamos na parte onde respondemos a dúvida mais frequente dos pacientes…. como tratar a gastrite?

O tratamento depende do causador da sua gastrite. Por exemplo, se for o uso de anti-inflamatórios não esteroides, o seu médico irá lhe recomendar a não tomar mais essas medicações. Assim como a suspensão do consumo de bebidas alcoólicas, se essa for a causa.

Existem medicações que podem ser utilizadas pelo seu médico para reduzir ou bloquear a acidez do estômago, como antiácidos, bloqueadores de histamina e inibidores de bomba de prótons.

Nos casos de gastrite causada pelo H pylori, o seu médico pode prescrever o tratamento para erradicar a bacteria, utilizando inibidores de bomba de prótons juntamente com antibióticos.

Depois do tratamento é necessário realizar testes de acompanhamento para garantir que a infecção se foi, que podem ser: testes respiratorios, exames laboratoriais de uma amostra de fezes ou endoscopia digestiva alta.

Falaremos mais sobre o H pylori e os riscos causados pela infecção por essa bactéria em outra oportunidade.

Uma parte importante do tratamento é a reeducação alimentar, evitando aqueles alimentos que agridem o revestimento do estomago, como frituras, condimentos, refrigerantes, café, bebidas alcoólicas, extrato de tomate, entre outros.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *